Orações José Silvério Horta

Pai Nosso Prece

Pai Nosso, que estás nos Céus,
Na luz dos sóis infinitos,
Pai de todos os aflitos,
Deste mundo de escarcéus.
 
Santificado, Senhor,
Seja o Teu nome sublime,
Que em todo o Universo exprime,
Concórdia, ternura e amor.

Venha ao nosso coração,
O Teu reino de bondade,
De paz e de claridade,
Na estrada da redenção.

Cumpra-se Teu mandamento,
Que não vacila nem erra,
Nos Céus, como em toda Terra;
De luta e de sofrimento.

Evita-nos todo o mal,
Dá-nos o pão do caminho,
Feito da luz, no carinho;
O pão espiritual.

Perdoa-nos, meu Senhor,
De iniquidade e de dor.
Os débitos tenebrosos,
De passados escabrosos,

Auxilia-nos também,
Nos sentimentos cristãos,
A amar nossos irmãos,
Que vivem longe do bem.

Com a proteção de Jesus,
Livra a nossa alma do erro,
Sobre o mundo de desterro,
Distante da vossa luz.

Que vossa ideal igreja,
Seja o altar da Caridade,
Onde se faça a vontade,
De vosso amor… Assim seja.

José Silvério Horta

Louvado sejas, Senhor,
Na glória do Lar Celeste,
Pelos bens que nos trouxeste,
No Evangelho redentor.

Na tarefa renovada
Que o teu olhar nos consente,
De espírito reverente,
Clamamos por teu amor.

Pobres cegos que fugimos
Da luz a que nos elevas,
Nossa oração rompe as trevas,
Escuta-nos, Mestre, e vem...

Retifica-nos o passo
Para a estrada corrigida,
Sustentando-nos a vida,
Na força do Eterno Bem.

Dá-nos, Jesus, tua bênção,
Que nos consola e levanta...
Que a tua doutrina santa
Vibre pura e viva em nós!

Faze, Senhor, que nós todos,
Na caminhada incessante,
Cada dia, cada instante,
Possamos ouvir-te a voz.

Ampara-nos a esperança,
Socorre-nos a pobreza,
Liberta nossa alma presa
Do erro e da imperfeição!...

Mestre excelso da verdade,
Hoje e sempre, em toda parte,
Ensina-nos a guardar-te,
No templo do coração.

José Silvério Horta
Francisco Xavier e Waldo Vieira
Da Obra: Antologia dos Imortais

Topo
Índice
Início