Na Ascensão

Múcio Teixeira

Volta e medita, irmão, na estrada que palmilhas…
Pensa no Eterno Bem que te nutre e consola,
No sagrado esplendor dessa divina escola,
Que é toda a Terra em luz, aberta em maravilhas.

Corrige, devotado, as obras que perfilhas,
Porque a Vida Sem Fim que nos Espaços rola
Conferiu-te no corpo a sacrossanta esmola
Que te conduz a Deus, se por crescer te humilhas.

Contempla a vastidão dos claros céus profundos,
Constelações e sóis, em turbilhões de mundos,
E emerge, varonil, da lodacenta escória!

Sofre, luta e aprimora o coração divino,
Anjo em berço de lama, a Luz é teu destino…
Sobe, plantando o amor, aos píncaros da Glória!…

Múcio Teixeira