Blog de Valim

Prova e Força

Se a provação te visita, não esmoreças.
Problema é condição para crescimento.
Reflete na semente a esforçar-se para vencer o solo que a constrange.
A árvore protetora fala sem palavras quantas vezes aguentou a fúria do vento, a fim de sobreviver.
Dor é uma proposta do Céu para que te promovas.
Confia e atravessa a dificuldade.
O Senhor da Vida que te sustentou ontem, sustentar-te-ás também hoje.
Mobiliza a própria fé e caminha adiante.
Liga-te a Deus e segue.
Pensa no prodígio da luz e reconhecerás que a força vem de dentro.

Emmanuel

Maria Santíssima Mãe de Jesus

Maria Santíssima, mãe de Jesus

… Sua choupana era, então, conhecida pelo nome de “Casa da Santíssima”.
O fato tivera origem em certa ocasião, quando um miserável leproso, depois de aliviado em suas chagas, lhe osculou as mãos, reconhecidamente murmurando:
“Senhora, sois a mãe de nosso Mestre e nossa Mãe Santíssima!”
A tradição criou raízes em todos os espíritos. Quem não lhe devia o favor de uma palavra maternal nos momentos mais duros? E João consolidava o conceito, acentuando que o mundo lhe seria eternamente grato, pois fora pela sua grandeza espiritual que o Emissário de Deus pudera penetrar a atmosfera escura e pestilenta do mundo para balsamizar os sofrimentos da criatura.
Na sua humildade sincera, Maria se esquivava às homenagens afetuosas dos discípulos de Jesus, mas aquela confiança filial com que lhe reclamavam a presença era para sua alma um brando e delicioso tesouro do coração. O título de maternidade fazia vibrar em seu espírito os cânticos mais doces. Diariamente, acorriam os desamparados, suplicando a sua assistência espiritual. Eram velhos trôpegos e desenganados do mundo, que lhe vinham ouvir as palavras confortadoras e afetuosas, enfermos que invocavam a sua proteção, mães infortunadas que pediam a bênção de seu carinho.
“Minha mãe dizia um dos mais aflitos como poderei vencer as minhas dificuldades? Sinto-me abandonado na estrada escura da vida…
Maria lhe enviava o olhar amoroso da sua bondade, deixando nele transparecer toda a dedicação enternecida de seu espírito maternal.
Isso também passa! dizia ela, carinhosamente só o Reino de Deus é bastante forte para nunca passar de nossas almas, como eterna realização do amor celestial.”
Seus conceitos abrandavam a dor dos mais desesperados, desanuviavam o pensamento obscuro dos mais acabrunhados…


Do livro Boa-nova, de Humberto de Campos, psicografia de Chico Xavier.
Federação Espírita Brasileira

Recado de Companheiro

Nas estradas em que palmilhas,
eu também já palmilhei…
Pelos caminhos em que vais, eu também já fui…
Nas experiências que vives, eu também já vivi…
Pelos abismos que atravessas, eu também já atravessei…
Nas dores em que sofres, eu também já sofri…
Pelas quedas em que te feres, eu também já me feri…
Aceita, portanto, meu irmão, esse recado singelo
de quem tem aprendido a levantar de
tanto tropeçar nas experiências da vida:
Abre o teu coração e entrega-te a Jesus.

Irmão José

Mente

Cada homem, como cada Espírito, é um mundo por si mesmo e cada mente é como um céu… Do firmamento descem raios de sol e chuvas benéficas para a organização planetária, mas também, no instante do atrito de elementos atmosféricos, desse mesmo céu procedem faíscas destruidoras. Assim a mente humana. Dela se originam as forças equilibrantes e restauradoras para os trilhões de células do organismo físico; mas, quando perturbada, emite raios magnéticos de alto poder destrutivo para as comunidades celulares que a servem.

Livro Os Missionários da Luz

Afeto

Sentes inclinação afetiva
por determinada pessoa…
No entanto, observas que esse
alguém já assumiu
compromissos em outros caminhos.
Sofres e te angustias.
Tivesses chegado um pouco mais cedo…
– pensas, entristecido.
Aceita, porém, as determinações da vida.
Leis desconhecidas agiram em teu benefício.
Nem sempre poderás satisfazer
aos teus caprichos sem agravo
da própria situação espiritual.
Vive a vida que tens, aprendendo
a amar aqueles que te amam.
Cada criatura gravita na órbita
das necessidades que lhe são próprias.
Afeição, quando não se tem,
é também algo que se pode construir.
Deixa o curso dos acontecimentos
correr naturalmente, porquanto Deus,
em fazendo sempre o melhor,
te preservou de sofrimentos
que não tolerarias.

Albino Teixeira.

Crença



Crença é o perfume d’alma que se enflora
Com a luz divina, resplendente e rara
Da fé, única luz da única Aurora,
Que as trevas mais compactas aclara.

Antonio Torres


Se tens o leve agasalho
Do santo calor da crença,
Exemplifica o trabalho
Sem cuidar da recompensa.

Belmiro Braga

Receita para todos os males


Discutir não alimenta.
Reclamar não resolve.
Revolta não auxilia.
Desespero não ilumina.
Tristeza não leva a nada.
Lágrima não substitui suor.
Irritação intoxica.
Deserção agrava.
Calúnia responde sempre com o pior.
Para todos os males, só existe um medicamento de eficiência comprovada.
Continuar na paz, compreendendo, ajudando, aguardando o concurso sábio do Tempo, na certeza de que o que não for bom para os outros não será bom para nós.

Albino Teixeira

Na Conquista da Fé


Justificados, pois, pela fé, tenhamos paz com Deus por meio de Nosso Senhor Jesus Cristo. Paulo. (Romanos, 5: 1.)
Louváveis todas as nossas considerações referentes à coragem da fé que nos cabe cultivar à frente das lutas, no mundo externo; todavia, é forçoso examinemos a importância da fé viva, portas a dentro do mundo de nós mesmos. Fé profunda e espontânea. Segurança íntima, tranquila, funcional.
Já sabemos realmente mecanizar as operações do corpo, comandando-as de maneira instintiva.
Alimentas-te e não te preocupas com as fases diversas do processo nutritivo. Dormes e entregas ao coração todo o trabalho de vigilância e sustento dos mais remotos distritos da vida orgânica.

Falta-nos, porém, até agora, automatizar os recursos superiores da própria alma.
Falta-nos reconhecer – mas reconhecer claramente – que Deus está em nós, conosco, junto de nós, ao redor de nós e que, por isso mesmo, é imperioso, de nossa parte, aceitar as lições difíceis, mas sempre abençoadas do sofrimento, nas quais a pouco e pouco obteremos a coragem suprema da fé invencível.

Nesse sentido jamais desinteressar-nos do aprendizado.
Confiar em Deus nos dias de céu azul, mas igualmente confiar em Sua Divina Providência nas horas de tempestade.
Acolher a dor como sendo preparação da alegria. Atravessar a provação entesourando experiência. Observar as leis da vida e acatá-las, compreendendo que dificuldade é instrução imprescindível e que o tempo de infortúnio não é senão a consequência dos nossos erros de pensamento ou de ação, favorecendo-nos o reajuste.
Tão-somente assim, abraçando com paciência e proveito as lições menores da existência, transfigurando-as em luz para a vida prática, adquiriremos a fé vitoriosa que sabe esperar, agir, desculpar, amar. e servir segundo a misericórdia de Deus.


Emmanuel, em Bênção de Paz

Te Desejo



Te desejo os céus mais azuis, e um coração em paz…
Uma vida longa e feliz, com confiança na voz que fala desde teu interior…
Coragem para perseguir teus sonhos e compreensão para os momentos em que tu perdes teu caminho…
A possibilidade de chegar a ser tudo o que desejas…
Toda a riqueza material e espiritual de que necessites…
Um trabalho satisfatório e a permissão para perdoar a si mesmo (a) se alguma vez, não consegues cumprir os teus objetivos…
Que teu sucesso mais destacado na vida chegue no momento mais significativo para ti…
Te desejo meu (minha) amigo (a), um lugar em que possas viver em harmonia com a natureza e com o resto do mundo…
Noites mágicas… Diversão e entusiasmo em cada dia de tua vida… Serenidade…
Pessoas para as quais sejas importantes… E que elas também sejam importantes para ti…
Recordação de momentos e lugares que permaneçam sempre muito perto de teu coração…
Desejos pedidos a estrelas cadentes terminem por tornar-se realidade…
Consciência de quão querido (a) e excepcional és para mim…
E que, algum dia, todos estes desejos especiais desabrochem diante de mim.

Desconheço autoria

Conceito



Não há juventude ou velhice segundo o conceito humano. Há moços que se revelam em plena senectude, pelo abatimento espiritual e pela ansiedade inoperante com que comparecem diante do altar da vida e anciãos que se mostram maravilhosamente rejuvenescidos, pelo espírito de trabalho e pelo entusiasmo com que aceitam as dificuldades e os desafios da vida.

Emmanuel

Conteúdo sindicalizado