A oração

A princípio é um rumor do coração que clama,
Asa leve a ruflar da alma que anseia e chora…
Depois, é como um círio hesitante da aurora,
Convertendo-se, após, em resplendente chama…

Então, ei-la a vibrar como estrela sonora!
É a prece a refulgir por milagrosa flama,
Glória de quem confia no poder de quem ama,
Por mensagem solar, cindindo os céus afora…

Depois, outro clarão do Além desce e fulgura,
É a resposta divina aos rogos da criatura,
Trazendo paz e amor em fúlgidos rastilhos!…

Irmão, guardai na prece o altar do templo vosso!
Através da oração, nós bradamos: - “Pai Nosso”
E através dessa luz, Deus responde: - “Meus filhos”!

Amaral Ornelas